Make your own free website on Tripod.com
trabalho imperialismo
Home | tema 2 | tema 3 | tema 4 | tema 5 | tema 6 | tema 1
4- Fatores que facilitaram a conquista da África pelos exploradores europeus

   à Variedade de etnias: Muitos paises possuem várias etnias, que acabam discutindo entre si, acabam se dividindo e se dispersando. Por causa disso, eles acabam se enfraquecendo e sendo dominados muito mais facilmente.

 

     à Religiosidade:  Na África cada etnia tem a sua religião. Algumas religiões são denominadas de fatalistas. Essas religiões entregam a vida das pessoas ao destino, como se viessem até a Terra para cumprir um papel (carma). Então, quando houve a invasão dos países industrializados, não ocorreu nenhuma espécie de resistência, pois este era o destino deles (ser invadido e dominado).

 

    à Proximidade com a Europa: Como a África é o continente mais próximo da Europa, foi o primeiro a ser colonizado, e por causa da curta distancia, ficava mais fácil para a Europa enviar armamentos, suprimentos e etc.

 

    à Superioridade econômica da Europa: A Europa tinha mais dinheiro disponível para investir em armamentos, remédios, suprimentos e etc.

 

    à Avanços Tecnológicos: A Europa tinha armamentos bem mais modernos, meios de transportar o que precisava muito mais rapidamente e etc.

Na corrida imperialista pela posse de colônias na Ásia e na África, países de civilização tradicional e densamente habitado, como a Índia, a China, a Argélia, foram dominados devido à superioridade tecnológica e bélica dos europeus. 0 uso de fuzis com carregamento pela culatra, de navios de guerra movidos a vapor equipados com canhões de longo alcance, etc, eliminavam qualquer resistência à conquista européia

 

    à Avanços da Medicina: A Europa junto com a revolução industrial, evoluiu muito na medicina criando remédios que curassem os doentes muito mais rapidamente, e que pudesse acabar com a dor dos feridos também.

 

    à Ação dos missionários: As ações dos missionários foram muito importantes, pois eles iam desbravando o continente africano, e em caso de guerra podiam contar para os europeus tudo sobre o relevo, o clima, a vegetação e outros, sobre certa região.

 

Filipe Monteiro e Guilherme Sachet

filipe1.jpg

figura2.jpg